Aumento da rentabilidade e otimização de processos são alguns dos principais benefícios advindos da utilização do Machine Learning. A Paralelo CS explica neste post como ele funciona

 

O uso do Machine Learning é uma realidade para empresas dos mais diversos segmentos que buscam a competitividade e a eficiência através de soluções inovadoras. Uma vertente da Inteligência Artificial, o Machine Learning possui aplicações práticas que possibilitam o sucesso de negócios através da utilização de uma moderna tecnologia. A conjugação de dados e máquinas pode causar uma série de impactos tanto na organização, como na venda e concepção de produtos e serviços.

 

Mas o que é o Machine Learning?

O Machine Learning é uma linha específica da Inteligência Artificial que consiste no treinamento de máquinas para aprender com os bancos de dados criados. Após executar modelos estatísticos e softwares, a máquina se torna capaz de "ler" estes dados, realizar tarefas, crescer, mudar e se desenvolver sozinha. Entretanto, este sistema não é 100% automatizado. O sucesso da empresa ao aplicá-lo também depende da elaboração de uma boa estratégia de negócios.

O emprego do Machine Learning é normalmente utilizado para fazer previsões sobre inúmeros assuntos, como o filtro de e-mails de acordo com seu conteúdo, análise de interesses dos clientes de uma loja ou site, entre outros. O Machine Learning projeta algoritmos que analisam automaticamente uma grande quantidade de dados e consegue solucionar problemas e dúvidas.

Deste modo, a máquina começa a realizar ações que as pessoas fariam, como a marcação de um email como spam de acordo com seu conteúdo, a correção automática do Google quando você escreve uma palavra incorretamente no campo de busca, por exemplo. Ainda podemos destacar as recomendações da Amazon, Netflix e Spotify, caracterizadas por seu alto grau de personalização. Os conteúdos sugeridos e que ficam em destaque na tela de cada cliente leva em conta o seu gosto pessoal.

O Machine Learning possui algumas técnicas populares de aprendizagem de máquina:

 

.         Aprendizagem supervisionada: neste caso, o computador recebe informações rotuladas e treina os algoritmos para identificar outras que sigam o mesmo padrão. É um dos métodos mais populares de Machine Learning;
 

.        Aprendizagem não supervisionada: aqui, a máquina é exposta a um grande conjunto de dados sem histórico. E ao longo do tempo, o computador encontra padrões entre as informações;

.        Aprendizagem semi-supervisionada: este tipo é um misto dos dois métodos anteriores e usado dados rotulados e não rotulados para treinamento;

.        Aprendizagem por reforço: este é similar à análise de dados tradicional. As informações não são rotuladas e o algoritmo descobre quais ações são mais efetivas por meio da tentativa e erro.

 

Como o Machine Learning pode impulsionar negócios

O foco no cliente, o uso da tecnologia e a importância dos dados são três pontos centrais nas estratégias de empresas que conseguem alcançar o sucesso nos negócios atualmente. E dentro deste contexto, o Machine Learning se mostra como um diferencial e causa vários impactos positivos para as organizações, como a otimização de processos e o aumento da rentabilidade.

A criação de um grande banco de dados possibilita a reunião de informações que permite fazer previsões e conhecer cada vez melhor os clientes das empresas. Assim, as organizações podem identificar logo a ocorrência de falhas no produto ou no serviço prestado, possibilitar a personalização, a criação de produtos com base nas preferências dos clientes, entre outras ações.

O Machine Learning também pode reduzir os custos operacionais das empresas ao auxiliar nos processos e recrutamento, detectar crimes digitais e fraudes financeiras, testar a efetividade de ações de marketing, etc.

Entre em contato com a Paralelo CS e saiba como o Machine Learning pode fomentar o seu negócio!