As projeções para o mercado de Business Intelligence, segundo especialistas, são de crescimento, alguns apontam 15% e outros 16% ao ano, e ainda com indicações de que o mercado compreende o conceito e vê a necessidade de ter tal ferramenta na descoberta de fatos e tomadas de decisões.

A economia brasileira nesse ano de 2015 tem tido queda em grande parte dos setores da economia e as projeções para os anos seguintes não são otimistas, e mesmo com esse cenário é notório o fortalecimento de pequenas e médias empresas devido a sua capacidade de oferecer serviços de qualidade e com preço mais acessível por ter um baixo custo operacional e de estrutura.

Essas empresas que tenham se destacado e obtiveram um crescimento durante esse momento instável da economia e até de crise, é primordial que se estruture para possibilitar a continuidade do crescimento e evitar possíveis decisões equivocadas que possam gerar perdas e caída do crescimento.

Nesse momento é que se torna importante e quase que insubstituível uma ferramenta de análise de dados, onde irá permitir a descoberta de fatos para suportar uma tomada de decisão. Decisão de entender o mercado, entender o andamento de suas vendas, compreender uma suposta variação de perda ou ganho, enxergar gargalos e entre milhares de outras descobertas.

Por outro lado, as empresas que tenham sofrido com a crise, precisam tomar muito cuidado com as ações a serem tomadas, ainda mais sem possuir uma ferramenta de análise de dados. Uma decisão sem uma comprovação pode acarretar uma perda maior e talvez encadear uma série de outras perdas. O Business Intelligence tem a função de auxiliar o empreendedor nesses momentos de baixa quanto nos momentos de alta.