Você já parou para pensar que Inteligência Artificial pode ser usada em praticamente todas as áreas e nichos de mercado? Trouxemos aqui uma reflexão de como a AI poderá ajudar na auditoria interna.

Antes de falar sobre como o uso da Inteligência Artificial (IA) vai ajudar na auditoria é importante entender um pouco sobre como é o processo de auditoria.


 

O que é auditoria?

Quando ouvimos a palavra auditoria todos sentem um pouco de frio na espinha e logo pensam:

“Será que fiz algo errado?”

“Vou ser demitido?”

Nada disso, auditoria é um processo muito importante para sabermos porque algo deu errado, ou seja, porque algo não funcionou como deveria e o que precisamos fazer para que passe a funcionar corretamente.

 

Coletando dados

Portanto, auditar é coletar informações sobre o assunto auditado e analisar quais conexões este assunto tem com outros e/ou com áreas relevantes.

Por isso é muito importante ter a capacidade de coletar todas as informações pertinentes para que a equipe de auditores entenda qual foi o problema, saiba o que deu errado e ao final faça um relatório apontando as soluções.

Na prática a equipe de auditores tem a tarefa de elaborar um relatório de auditoria que aponte os erros/falhas e mais importante: determine as soluções em conjunto com um time de especialistas e apresente para as áreas auditadas.

 

Quem tem medo da auditoria?

Ao longo da minha carreira percebi que no processo de auditoria interna a maioria das questões abordadas pelos auditores já são “velhas” conhecidas pelas áreas auditadas.

Um dos nossos grandes problemas é a falta de prevenção mesmo tento todo um processo de auditoria consagrado apontando os erros e o que ser feito para corrigir.

Infelizmente muito pouco é feito.

Fico pensando se talvez, talvez, os relatórios finais das auditorias não são meros protocolos…

 

O Ciclo da auditoria na análise das informações

Se você já teve algum contato com auditoria interna sabe que geramos um volume grande de dados.

Analisar estas informações coletadas é fundamental, porém neste processo surgem diversas dúvidas.

Para obter respostas é necessário perguntar.

Quer dizer que o auditor precisa juntar as partes e perguntar exaustivamente.

Um bom auditor faz isso repetidamente...

Neste ponto entramos na fase do “Por que isso? ; Por que aquilo? Por que? Por que?”

Depois ele organiza as informações e analisa tudo.

Em seguida vem mais perguntas até que todas as lacunas sejam preenchidas.

Como consequência mais dados são gerados para ajudar na análise e no entendimento do problema.

Este ciclo se repete até que o auditor saiba a resposta para diversas perguntas.

O que aconteceu? Quais são os fatos que devemos avaliar? Por que? Por que? Por que?

O resultado final é um relatório de auditoria interna que indica as correções e as sugestões para solução do problema.

Mas será que conseguimos analisar tudo?

Nenhuma informação foi esquecida?

Todas as conexões foram verificadas?

Sabemos que nós humanos não somos muito eficientes quando analisamos grandes volumes de dados.

Claro que existem exceções...

O fato é que no processo de auditoria geramos uma infinidade de dados que vão desde a coleta inicial de informações até as respostas das perguntas dos auditores.

Com certeza vamos deixar passar alguma informação relevante ou você tem dúvida?

No futuro, a auditoria precisa adotar uma abordagem mais precisa para gerar mais benefícios para a empresa e a área auditada.

É aí que entra a tecnologia de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data.


 

Usando IA, ML, Big Data a favor da auditoria

Imagine se você tem uma base de dados para depositar todas as informações coletadas e perguntadas de todas as auditorias feitas.

Depois ao analisar esta base você encontrar tendências, similaridades que o ajudam a apontar o problema.

Você também pode correlacionar informações e descobrir conexões que talvez passe desapercebida aos olhos do auditor.

E que tal prever o problema antes que ele ocorra através do histórico dos dados e fatos?

Isso é o nirvana? Um sonho?

Não!

É aí que entra a tecnologia!

Com uma estrutura de Big data você armazena os dados.

Usando machine learning você faz uma visão analítica com base em históricos, grupos afins e ainda faz um preditivo.

 

Um sistema de auditoria inteligente

Agora vamos colocar tudo isso dentro de um sistema de auditoria interna e acrescentar Inteligência Artificial fazendo perguntas para os colaboradores das áreas auditadas, encontrando respostas e propondo soluções.

 

A vida dos auditores será muito mais fácil com a colaboração da tecnologia no processo, não? Confira aqui um vídeo em que abordo esse tema.

 

Atividades básicas de auditora interna seriam substituídas por tecnologia e empresas que trabalham especificamente nisso vão se beneficiar financeiramente.

Isso sem falar na escala e diminuição considerável de eventuais equívocos no relatório.

Não é uma tarefa fácil inserir numa auditoria interna tecnologia de ponta, mas estamos caminhando rapidamente para isso.

 

O sistema financeiro está prevenindo fraudes usando esta técnica.

Quer saber mais sobre estas novas tecnologias? Visite o meu blog e fique por dentro de assuntos como este.

Até o próximo post!