A computação em nuvem é uma realidade na maioria das empresas ao redor do mundo. A adoção deste modelo transformou a gestão das organizações e o funcionamento do setor de Tecnologia da Informação. Ela permite o acesso remoto de softwares, o processamento de dados e o armazenamento de arquivos por usuários que podem estar em qualquer lugar do mundo e na hora que quiserem. Tendo em vista a importância dos dados para elaboração de uma estratégia eficiente, é fundamental que as informações e insights que irão nortear o negócio estejam disponíveis facilmente para os tomadores de decisão. Mas como adotar uma a computação em nuvem de um modo eficaz? Descubra neste artigo da Paralelo CS!

De acordo com uma matéria publicada em julho deste ano pelo portal InfoMoney, estudos da Forbes apontaram que o mercado de computação em nuvem deverá ter um faturamento acima de US$162 bilhões em 2020. A reportagem ainda destaca um outro dado relevante que foi divulgado pelo Gartner. A consultoria ressaltou que mais de 30% dos investimentos feitos em desenvolvimento de softwares hoje, pelo 100 maiores players deste setor no planeta, focam na nuvem.

Ao analisar as informações mencionadas acima, é possível perceber como a computação em nuvem (ou cloud computing, em inglês) se tornou uma das maiores tendências atuais.

Mas o que é computação em nuvem?

A computação em nuvem acaba com a dependência de um computador pessoal ou um servidor local para acessar determinados dados de uma empresa. Ela possibilita que o usuário acesse as informações que quiser remotamente de qualquer computador, celular ou tablet, por exemplo.

As empresas podem hospedar diversos recursos, programas, aplicativos e informações por meio do uso deste tipo de serviço online. Não é exigido download ou qualquer outra instalação.

São alguns exemplos de benefícios proporcionados pela computação em nuvem:

Ø  Redução de custos;

Ø  Informações importantes podem ser acessadas de qualquer lugar e dispositivo, basta ter uma boa conexão de internet;

Ø  Otimização de processos;

Ø  Integração de sistemas;

Ø  Centralização da informação;

Ø  Mais segurança;

Ø  Atualização automática do servidor;

Ø  Backups;

Ø  Entre outros.

 

O que é importante saber para adotar uma boa estratégia de computação em nuvem?

Quando o assunto é a implementação da computação em nuvem no negócio, o planejamento é um fator determinante. É preciso estar atento para alguns elementos como o provedor e o sistema que serão utilizados, os custos da nuvem, analisar o armazenamento e tráfego de dados, etc. Pois, eles devem estar de acordo com os objetivos e realidade da empresa. Mas é necessário focar em dois aspectos primordiais: o tipo e o serviço de computação em nuvem que serão escolhidos.

Há três tipos de computação em nuvem: público, privado e híbrido. O primeiro disponibiliza tudo na web e compartilha estas informações entre os usuários que o utilizam. Este é um dos modelos mais baratos. Já o segundo permite que a empresa mantenha a infraestrutura da nuvem internamente e ofereça acesso restrito aos usuários que desejar. Este é um modelo mais personalizado e que leva em conta a realidade da empresa.

Por último, há a nuvem híbrida. Ela reúne características dos dois modelos elencados acima. Esta possibilita que sejam compartilhados dados e aplicativos entre as nuvens pública e privada.

Em relação ao serviços oferecidos pela computação em nuvem, existem três principais: SaaS, PaaS e IaaS. O primeiro é o Software como serviço, que permite que a empresa acesse o software pela internet sem a necessidade de instalar, configurar ou obter licenças. O software pode ser utilizado gratuitamente na nuvem, mas há também planos pagos.

O PaaS é a Plataforma como serviço. Este modelo oferece um ambiente em que é possível criar e alterar softwares e aplicativos. Ele contempla serviços de Business Intelligence, sistemas operacionais e bancos de dados, por exemplo.

O modelo IaaS é a Infraestrutura como serviço. A sua principal característica é que nele os recursos de infraestrutura são alugados. É possível cancelar, aumentar e reduzir os seus recursos a qualquer momento de acordo com a necessidade da empresa.

Ao analisar as vantagens trazidas pela adoção da computação em nuvem para as empresas, pode-se afirmar que as organizações devem seguir esta tendência se não quiserem perder seus lugares no mercado. No entanto, é essencial planejar esta importante etapa na trajetória do negócio. Uma boa estratégia requer adequação de recursos e avaliação dos recursos que serão mais benéficos para a empresa.

Caso a sua empresa queira o auxílio de uma equipe qualificada e especializada em dados neste processo, é só entrar em contato com a Paralelo CS!