Gestão é o ato de administrar ou gerenciar negócios, pessoas ou recursos, com o objetivo de alcançar metas definidas. Quando se fala de gestão financeira está se dando foco à área funcional financeira da empresa. Esse foco é essencial, pois permite um controle maior sobre as atividades que envolvem essa área.

 

A gestão financeiro pode impactar diretamente no curso da companhia. Ela está envolvida em todas as dimensões que envolvem a parte financeira da empresa como planejamento de recursos financeiros, decisões, monitoramento e outros controles de forma a garantir a saúde financeira e longevidade. Listamos desses controles, KPIs, que são essenciais para garantir a boa gestão financeira. Confira.

 

#1 Faturamento

Pode ser considerado como um dos KPI’s mais importantes da gestão financeira. Esse KPI indica o quanto a empresa está vendendo, ou seja, o montante monetário de serviços / produtos vendidos naquele período. Importante ficar atento nesse indicador que nem sempre o montante faturado é necessariamente o montante recebido. O recebimento já é um outro KPI. Uma análise indispensável é cruzar KPI de faturamento com o de recebimento, assim você tem ideia do seu fluxo.

 

Importante também monitorar o que se foi planejado e comparar com o realizado, ou seja, qual o montante de faturamento que você planejou no período e o quanto se concretizou. Tendo essa resposta, você pode tomar ações a fim de maximizar ou minimizar esse desvio e alcançar sua meta de faturamento.

 

Além disso, complemento dizendo que é necessário verificar se as metas planejadas do faturamento estão de acordo com o porte da companhia, não adianta estipular no planejamento uma arrecadação grande, sendo que seu produto ainda é novo no mercado, por exemplo. As metas precisam sempre utilizar o conceito SMART.



 

#2 Lucros

No universo financeiro há diferentes tipos de lucros. Todos eles importantes. A análise deles possibilita ter um entendimento da real situação que a empresa vive.

 

Interessante que a companhia pode estar tendo lucro em uma esfera, mas em outra pode estar tendo lucro negativo, impactando gravemente a saúde financeira.

 

A análise eficiente do lucro não se dá apenas no “lucro final”, aquele chamado de lucro líquido que vai pros os cofres da empresa e bolso dos acionistas, mas sim, toda a análise de lucro bruto, lucro bruto operacional, lucro líquido antes do IR. Essa análise segmentada é que vai trazer o conhecimento sobre qual etapa do processo a empresa está tendo sucesso e insucesso.

 

As respostas geradas por essas análises, podem significar diferentes tomadas de decisões, por exemplo: Se a empresa diagnostica que o seu lucro operacional está baixo, mas o lucro bruto está alto, isso pode representar um alto custo de despesas administrativas.

 

#3 Custos

Como mencionado no KPI de lucros, os custos afetam e muito o resultado financeiro da empresa. Afetam tanto que interferem no resultado de outros indicadores. Entender os custos do negócio é essencial para a boa gestão financeira.

 

O gestor precisa saber quais gastos a companhia tem para se manter, quais gastos são essenciais, quais são operacionais, quais não são essenciais. Essas informações são base para decisões financeiras, sendo elas no caráter de uma política de redução de custos, crescimento e investimento. Além da importante eliminação de gastos supérfluos à companhia, atividade vital para torná-la enxuta.

 

Um grande aliado ao controle de custos é o orçamento. Ter política de orçamento, alinhado a um planejamento estratégico, é essencial na identificação de desvios nos custos não previstos pela empresa.

 

Ter a visão cruzada entre custos vs planejamento orçado, irá gerar respostas importantíssimas, maior entendimento e possibilita a tomada de decisão assertiva.



 

Gestor financeiro e sua visibilidade

As empresas contratam gestores financeiros com o propósito de analisar, decidir e monitorar todos esses KPIs financeiros. Esperam que eles garantam a boa gestão financeira e consequentemente a saúde financeira. Porém há pesquisas que comprovam que 94% dos CFO não possuem visibilidade muito boa sobre seus indicadores.

 

Como garantir o sucesso da gestão financeira se os gestores não possuem visibilidade sobre seus KPI?



 

Qlik Sense trazendo visibilidade a gestão financeira

O grande segredo sobre ter visibilidade de seus resultados, indicadores e KPIs é contar com uma ferramenta de Business Intelligence. O BI é uma solução de tecnologia da informação pensada e dedicada a trazer visibilidade e inteligência ao negócio.

 

O Qlik Sense, particularmente, acaba de ser eleito no relatório BARC 2016 como o líder em performance. Isso representa maior velocidade no momento que o gestor financeiro for explorar seus resultados, entender onde estão seus custos e tomar decisões rápidas sobre o curso que a empresa deve seguir.

 

Conheça mais sobre o Qlik Sense, seu potencial de trazer visibilidade, análise e inteligência ao seu negócio.